quinta-feira, 31 de março de 2011

sonho

Mal acordei o céu pintou-se de um tom púrpura intenso. Das pétalas das flores saíram bolas de fumo coloridas, que encheram a atmosfera de luz e cor. Ao longe, vi-te a ti com um sorriso pronto para me receber. Cada vez mais perto de mim, trocas um beijo suave, ténue comigo. Entrelaçamos as mãos, e num abraço profundo, caminhamos lado a lado. O caminho que se encontra à minha frente, não parece tão duro. O peso que carrego de memórias e saudades, não custa tanto a levar, porque é agora partilhado. Uma música bonita enche-nos agora os ouvidos de sentido. O ritmo dos nossos passos é compassado com o da música que se ergue sobre nós. De repente, a luz entra-me pelos olhos com uma força incontornável. Era dia, e mais um esperava-me. Mas tu...não estavas lá mais.

4 comentários:

  1. Gostei muito deste texto :) continua a escrever, Daisy. gosto muito de ti

    ResponderEliminar
  2. Apenas resta o momento de um dia dormir e sonhar num remake qualquer

    ResponderEliminar
  3. Gosto deste 'sonho' *

    Tenho saudades tuas.

    ResponderEliminar
  4. nunca acordes deste sonho. Este sonho que transparece tanto carinho e tanto intimismo.

    ResponderEliminar