segunda-feira, 17 de maio de 2010

perspectivas


Tão empenhados em sentir as coisas de forma diferente, mais bonita, mais autêntica e verdadeira, que acabamos por esquecer que basta saír do lugar onde estamos e partir para outra, por vezes mais alto, maior..

Um lugar de onde colocamos uma espécie de óculos que nos permitem observar a vida de uma forma renovada, pintada das cores com que sempre sonhámos. Basta encontrar um muro aos triângulos, de onde a Serra, as árvores, os castelos e os pássaros parecem maiores e cuja matéria onde o musgo é tapado com cal.. e não nos sentimos como somos, mas pequeninos quando comparados à Sintra mágica que observamos.

A Vida não é só feita da realidade que a compõe, mas também da perspectiva, do plano de onde, espectadores silenciosos e atentos a observamos, a cheiramos e a tocamos.

Como uma paisagem vista de fora, e dentro de um triângulo regular, com o qual podemos esconder momentaneamente o que mais tarde nos parecerá insignificante..


{12-05-10}

Sem comentários:

Enviar um comentário