quarta-feira, 26 de maio de 2010

devolva-me



A vaguear por entre recordações, lembrei-me de como a música foi uma "terapia" importante junto de mim, sendo esta capaz de me dar uma força incrivel, inexplicável perto de sobrenatural.

Muito tenho a agradecer à Adriana Calcanhoto e a esta música, que ouvi muito enquanto tinha o meu "coração partido". Foi muito bom, olhar para trás e ao ouvi-la consigo recordar tudo aquilo que efectivamente sentia enquanto a ouvia ha uns dois anos. Lembrei-me das brincadeiras de menina pequena, dos momentos passados nesses tempos e sem querer parecer demasiado saudosista ou melancólica, custa-me a crer que o tempo se passou a este ritmo tão frenético, quase imparável. E deixa-me esta questão, deviamos ter direito a saborear a vida, por mais tempo. Assim deste modo, as nossas papilas gustativas não fazem o seu total efeito. É estranho. Tenho saudades e vontade de pôr o tempo a andar mais devagar. Pois é, para o ano já vou para a faculdade, fazer novas descobertas e cruzar-me com pessoas diferentes.

Vai ser óptimo, claro. Mas apenas podia não ter sido tão rápido. E agora é a minha vez de pedir ao tempo: DEVOLVA-ME.

1 comentário:

  1. Olá miúda, este post lembrou-me também este tema, pois é assim mesmo... quando damos conta já passaram umas «dezenas de anos». Bjinho da mãe:)

    http://www.youtube.com/watch?v=dFb1jKEzER0&feature=PlayList&p=EBBD20B79D2D6062&playnext_from=PL&playnext=1&index=16

    ResponderEliminar